O edital Periferia que Faz vai dar incentivos de até 20 MIL REAIS
para jovens periféricos de todo o Brasil. O resultado sai no dia 13 de novembro!
INSCRIÇÕES ENCERRADAS!

Muito obrigada! Ao todo foram mais de 5 mil inscrições no Edital Periferia que Faz! Recebemos projetos dos mais variados temas, de mais de mil cidades e de todos os Estados do Brasil! Foi impressionante o alcance desta nossa empreitada :)

O time do NOSSAS está muito feliz com os lugares que a campanha chegou e empolgadíssimo para começar a analisar com muito cuidado todos os projetos que terminaram de preencher o formulário.

Agora, os próximos passos serão a avaliação da equipe do NOSSAS e em seguida a avaliação do Comitê de Seleção, formado por um time incrível de especialistas. Serão escolhidos até 22 projetos de jovens do Brasil inteiro para ganharem até R$20 mil cada para tirarem seus planos do papel.

O resultado será no dia 13 de novembro. Fique de olho no e-mail que você cadastrou - é através dele que iremos te informar sobre o resultado! Até lá, acompanhe nossas redes para saber de nossas novidades :) Esperamos te encontrar em breve.

Boa sorte pra todo mundo e um grande abraço <3






SIGA A GENTE NAS REDES :)



Instagram do Nossas
Twitter
Facebook





O edital selecionará jovens de 18 à 30 anos de periferias urbanas no Brasil, com inscrições individuais ou coletivas. Os projetos a serem desenvolvidos devem se encaixar em uma ou mais das seguintes áreas:


















critérios:
• As inscrições levarão em consideração questões de raça e classe, portanto serão priorizadas inscrições de projetos liderados por mulheres negras ou indígenas, cis e transgêneros, e projetos de combate indireto ou direto ao racismo

• Serão priorizados pessoas e grupos pequenos e médios minimamente articulados em seus territórios e com projetos de impacto a curto e médio prazo

• Serão selecionadas propostas de todas as cinco regiões do país

• As propostas não podem ser relacionadas a eleições ou política institucional










1. INSCRIÇÕES: 14 de setembro de 2020 a 30 de setembro de 2020

2. PRIMEIRA ETAPA DE AVALIAÇÃO DO NOSSAS: 30 de setembro de 2020 a 22 de outubro de 2020

3. ANÁLISE DO COMITÊ EXTERNO DE AVALIAÇÃO: 23 de outubro de 2020 a 6 de novembro de 2020

4. ANÁLISE FINAL DAS PROPOSTAS: 7 de novembro de 2020 a 12 de novembro de 2020

5. DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS: 13 de novembro de 2020

6. REPASSES DOS RECURSOS: 16 de novembro de 2020 e 27 de novembro de 2020

7. PRAZO FINAL PARA A REALIZAÇÃO DAS AÇÕES: 12 de fevereiro de 2021

8. PRAZO FINAL PARA ENVIO DO RELATÓRIO E PRESTAÇÃO DE CONTAS: 01 de março de 2021



Após uma triagem inicial realizada pela equipe do NOSSAS, as propostas serão avaliadas por um Comitê Externo de Avaliação, que avaliará as propostas (sempre anônimas) com base nos critérios do edital. Conheça os membros do comitê:



Professor Adjunto da Universidade Federal do Amazonas. Manaus





Jornalista e coordenadora de comunicação da Casa Fluminense. Rio de Janeiro




Advogada e Presidenta do Geledès-Instituto da Mulher Negra. São Paulo


Diretora de Comunicação da Minha Jampa e mestranda em Antropologia pelo PPGA/UFPB. João Pessoa




Advogada Co-Fundadora do Instituto de Defesa da População Negra. Minas Gerais



Militante feminista e assessora técnica do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFEMEA). Distrito Federal




Advogado e professor da FGV Direito SP e da FGV RI. São Paulo



Acreditamos que um edital é a maneira mais democrática de chegarmos ainda mais longe e ampliar as oportunidades. Por isso escolhemos apoiar quem já atua ou quer atuar por mudanças em suas comunidades mesmo com poucos recursos. Conscientes da profunda desigualdade social do nosso país, estamos propondo um edital que levará em consideração as dinâmicas dessas desigualdades: as propostas devem ter como foco territórios de periferia. Além disso, priorizaremos projetos de enfrentamento ao racismo e tocados por pessoas negras e indígenas.





O NOSSAS é uma rede de ativismo que acredita no protagonismo de jovens negros e negras como a chave para a transformação radical do mundo. Depois da pandemia da Covid19 e as discussões que vieram junto com ela, como a pauta do combate diário ao racismo, se tornou ainda mais urgente utilizar nossos recursos para potencializar este recorte da população.



Twitter